Como cuidar do seu pé de pitanga?

muda pitanga

Pitanga é uma palavra proveniente da língua tupi que quer dizer vermelho forte. Nativa da Mata Atlântica, a pitanga (Eugenia uniflora) é o fruto originado da pitangueira, uma árvore muito comum em todo o Brasil porque se adapta e reproduz com muita facilidade. Esta espécie costuma atrair pássaros e abelhas devido aos seus frutos e que nascem verdes e quando amadurecem, ficam bem vermelhos e doces, porém levemente ácidos. Um dos principais produtores de pitanga, é o estado de Pernambuco, possuem uma produção de aproximadamente 1700 toneladas de frutos.

Qual o melhor clima? E solo para a pitangueira?

Se adapta facilmente em vários climas e regiões, gosta de sol e solo úmido. Pode ser plantada em quintais, jardins e até mesmo em vasos. Não resiste a climas muito frios e
regiões que ocorrem geadas. Em geral se adapta muito bem a condições diversas, por ser uma espécie resistente e fértil. A melhor época para plantar a pitanga é em meses chuvosos, como outubro, novembro, dezembro e janeiro. A propagação pode ser por sementes e enxertia.

Como semear e fazer a manutenção?

Por ser uma fruta muito comum e fácil de cultivar, sua semente também germina facilmente, levando um periodo 20-25 dias para este processo. É necessário que seja plantada em terra úmida, e que esta seja misturada com o adubo nos primeiros 15 cm da superfície na abertura da cova. Deve ser irrigada muitas vezes durante os 10 primeiros dias, principalmente se for em clima muito quente. A poda deverá ser feita próximo ao tronco procurando eliminar os ramos laterais e devem ser feitas no primeiro ano de plantio com 49 cm de altura, aproximadamente. A árvore de pitanga pode chegar até 10 metros de altura.

Quais as principais pragas e doenças?

A pitanga é bem resistente, e dificilmente alguma praga ou doença afetará seu desenvolvimento, contudo, caso surja, recomenda-se o uso de inseticidas e a realização da poda das folhas e ramos afetados.

Qual a época de colheita?

A primeira frutificação ocorre após o terceiro ano do plantio. Bem cuidada, a pitangueira pode dar frutos duas vezes ao ano, nos meses de março à abril, e na época de outubro à janeiro, que é a principal. A partir de agosto a árvore fica cheia de flores brancas que começam a cair, e delas se formam bolinhas verdes da onde nascem as pitangas que irão ficar maduras em média 60 dias após a floração. Da sua polpa se obtém geléias, vinhos, doces e licores.

Quais os benefícios da pitanga?

A polpa da pitanga possui, a partir de 100 gramas do fruto, 38 calorias, 0,3g de proteína, 10mg de cálcio, 20mg de fósforo, 2,3mg de ferro 0,03mg de vitamina B2 e 14mg de vitamina C. É uma fruta bastante nutritiva, que pode ser inserida na alimentação porque previne e trata diversos tipos de doenças, como por exemplo a osteoporose e o câncer.

Comece já a aproveitar os benefícios e o sabor incrível da pitanga! Confira uma receita rápida e prática que vai te deixar com água na boca:

Geleia de Pitanga:

Ingredientes:

  • 300 g de polpa de pitanga;
  • 2 xícaras (300 g) de açúcar;
  • Suco de 1 limão;
  • Casca de uma maçã;

Rendimento:

  • 10 porções.

Modo de Preparo:

1. Leve todos os ingredientes ao fogo e deixe cozinhar em fogo baixo por 15 minutos.
2. Retire uma amostra da geleia e coloque em um prato, deixando-a esfriar, para verificar se adquire consistência gelatinosa.
3. Caso esteja muito mole, leve ao fogo por mais alguns minutos.
4. Retire a casca de maçã.
5. Armazene em um recipiente bem fechado, para evitar a entrada e saída de ar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *